Supply Chain Management e os Atributos de Qualidade da Carne Bovina

Karin Borges Senra, Sandra Mara Schiavi Bánkuti, Francisco Giovanni David Vieira

Resumo


A gestão das cadeias de carne bovina é cada vez mais desafiadora. Os agentes da cadeia devem buscar um alinhamento entre o que é produzido e as demandas. As demandas tanto dos consumidores, quanto das regulamentações afetam a gestão das cadeias. Os consumidores julgam o produto e percebem a sua qualidade por meio das diversas informações que lhes são disponibilizadas, sendo importante para os gestores compreender quais as informações mais valorizadas pelos consumidores para a formação da sua percepção de qualidade, uma vez que a percepção de qualidade influencia o comportamento de compra do consumidor, bem como comportamentos de lealdade e fidelidade em relação à marca. Este estudo realiza uma revisão teórica sobre os atributos de qualidade da carne bovina, buscando consolidar os achados até o momento sobre o tema. A abordagem teórica de Supply Chain Management é usada como suporte para a realização da pesquisa e compreensão dos conceitos que elevam a importância dos atributos de qualidade. Essa abordagem compreende que os atributos de qualidade percebidos pelos consumidores geram vantagem competitiva para as cadeias. As principais conclusões da revisão teórica indicam grande utilização e valorização de atributos de compra, como aparência, quantidade de gordura e preço. Além disso, atributos de crença, embora bastante estudados, parecem não ser tão valorizados pelos consumidores, especialmente em contextos menos desenvolvidos. Por fim, os atributos de experiência são utilizados para reformulação da percepção da qualidade, com base no atendimento ou não das expectativas em relação ao produto. Esses resultados indicam que deve haver um movimento para a gestão das cadeias de carne que desenvolva nos consumidores a percepção dos atributos de qualidade que influenciam na qualidade das carnes bovinas e, muitas vezes, demandam grande investimento por parte das cadeias. Uma questão que se destaca é o uso dos estabelecimentos de compra e açougueiros como referência para a qualidade da carne. Os consumidores parecem criar vínculos de confianças com esses agentes, independente da origem da carne bovina. As considerações finais do estudo apresentam uma discussão dos resultados, bem como sugestões para pesquisadores e praticantes. Uma das sugestões de destaque é explorar o tema de proteção animal e preocupação ambiental como atributos de qualidade de compra de carne bovina. Os consumidores assumem um discurso a favor desses atributos, mas acabam não os considerando no momento da compra.


Palavras-chave


Supply Chain Management; Atributos de qualidade; Carne bovina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Pós-graduação stricto sensu em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.