FREQUÊNCIA NO USO DAS ESTRATÉGIAS DOS PROGRAMAS DE STRICTO SENSU DAS IESS DO BRASIL DA ÁREA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO FRENTE AOS CENÁRIOS PROSPECTADOS PARA O PERÍODO DE 2019 A 2030

Henrique César Melo Ribeiro, Sergio Henrique Arruda Cavalcante Forte

Resumo


A pesquisa de prospecção de cenários vem se tornando uma ferramenta importante para a educação superior nas Instituições de Ensino Superior (IESs) públicas e privadas do Brasil, pois coopera para a estratégia dos programas de pós-graduação, em especial para o planejamento estratégico alicerçado em uma investigação prospectiva de cenários/futuros prováveis/preferidos, sendo possível, assim, impactar positivamente no postura organizacional, na minimização de riscos, ajudando no processo decisório, nas tomadas de decisões e nas escolhas de estratégias competitivas que, porventura, serão implementadas e adotadas. O objetivo deste estudo foi verificar as estratégias com maior frequência a serem utilizadas nos cenários prospectados dos Programas de Stricto Sensu das IESs do Brasil da área de Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo, embasada pela metodologia sugerida pelos autores Blanning e Reinig (1998). Este estudo foi realizado por meio de uma pesquisa do tipo quali-quanti, com predomínio da abordagem quantitativa. Esta pesquisa utilizou técnicas de cenário para encontrar os cenários realista, otimista e pessimista. Usou também estatística descritiva. Os resultados basilares mostram que, quanto à frequência do uso das estratégias por cenário e quanto ao uso extremo das estratégias, a estratégia “fomentar a qualidade das teses e das dissertações” ficou em destaque nos cenários otimista e realista; olhando para o cenário pessimista, a estratégia que ficou em relevância foi a redução de custos. Conclui-se que a prospecção de cenários nesta pesquisa, definiu estratégias competitivas para os diferentes e alternativos cenários dos programas de pós-graduação stricto sensu da área de administração, ciências contábeis e turismo durante o período de 2019 a 2030, colaborando para melhor entender e compreender a importância dos cenários prospectados no ensino superior brasileiro, em especial no stricto sensu, trazendo como destaque algumas estratégias, que, de acordo com diferentes finalidades, podem assessorar estes programas em suas respectivas perpetuidades e na criação de vantagem competitiva no mercado em que atuam no Brasil. Ressalta-se também que os achados encontrados aqui, vão ao encontro do que são preconizados pelos documentos de área da CAPES, contribuindo assim para o enriquecimento das informações elencadas, evidenciadas e socializadas neste estudo. A contribuição deste estudo para a literatura científica da área traz a baila estratégias que poderão viabilizar colaborações importantes para as IESs e seus respectivos programas de pós-graduação stricto sensu da área de administração, contabilidade e turismo em cenários de incertezas e desafios em decorrência da competitividade, perseguindo e alçando a posteriori melhores níveis de performance organizacional.

Palavras-chave


Prospecção de cenários; Pós-graduação; Stricto sensu; Estratégia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Pós-graduação stricto sensu em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.