Estratégia como prática e empresas familiares: um estudo sobre as famílias e os negócios na Galeria do Ouvidor em Belo Horizonte (MG)

José Vitor Palhares, Alexandre de Pádua Carrieri

Resumo


Nos últimos anos, o interesse por pesquisas em empreendimentos familiares tem crescido em diversas áreas, especialmente na Administração. As peculiaridades desse contexto, marcado pela afetividade, propiciam o surgimento de estratégias específicas na gestão dessas organizações. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo compreender as práticas cotidianas de negócio nas organizações familiares presentes na Galeria do Ouvidor, a qual foi um dos primeiros centros comerciais construídos em Belo Horizonte. Acreditamos que as organizações familiares que compõem a galeria representam um interessante campo de investigação, uma vez que essas organizações conseguem reunir, simultaneamente, características sócio-culturais e econômicas que podem revelar como um determinado grupo social, nomeadamente, o grupo familiar, se relaciona social e simbolicamente neste espaço para a construção de suas práticas cotidianas de negócio. Com a exploração dessa temática, buscamos contribuir para um aprofundamento no conhecimento da realidade organizacional familiar mineira e, assim, brasileira. Esta pesquisa é, então, provocada devido às várias vozes – sujeitos e famílias - envolvidas no processo de ocupação e desenvolvimento da Galeria do Ouvidor. Muitas dessas vozes não são escutadas quando se trata de sua realidade organizacional e social, constituindo uma alteridade. É procurando entender a interação das práticas desses sujeitos, as famílias e as organizações que se organiza este trabalho. Por meio da apuração das notas de campo de observações sistemáticas não participantes e da Análise do Discurso de narrativas temáticas sobre o cotidiano de negócio familiar nessas organizações, foi possível elucidarmos as práticas construídas no dia a dia desses empreendimentos, que nos revelaram estratégias criadas para a manutenção e sobrevivência econômica das famílias que ali trabalham. Para nós, as estratégias e táticas desenvolvidas pelos ouvidorenses são vistas como resultado de construções sociais, de negociações entre os atores sociais (organizacionais), resultado da prática diária exercida por esses atores. Nesse sentido, vimos que as práticas nas organizações familiares precisaram e ainda precisam ser adaptadas às transformações histórico-sociais que ocorrem no contexto belorizontino. Como limitação para a realização desta pesquisa, destacamos a fragmentação dos discursos dos comerciantes, uma vez que as entrevistas foram realizadas no horário comercial e nas próprias empresas dos entrevistados, e estes precisavam atender os clientes na medida em que chegavam. Por fim, sugerimos para estudos futuros que analisem as relações familiares presentes no cotidiano de negócios desses empreendimentos sob outra técnica, por meio da história de vida, que permitirá explorar as origens e as trajetórias de vida dos comerciantes da Galeria do Ouvidor e de outros empreendimentos e, dessa forma, será possível compreender, através de um resgate biográfico histórico, a forma como eles administram seus negócios atualmente, as decorrências da estrutura organizacional familiar e outras questões familiares que porventura não foram vislumbradas nessa investigação.


Palavras-chave


Estratégia como Prática; Organizações Familiares; Galeria do Ouvidor

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/rau.v16i3.1051

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Journal of Directors of Unimep. ISSN 1679-5350. Electronic publication linked to the Professional Program Master's and Doctorate in Business Administration, Methodist University of Piracicaba

Diario de Administración de Unimep. ISSN 1.679-5.350. Publicación electrónica vinculada a la del Programa de Maestría y Doctorado Profesional en Administración de Empresas, Universidad Metodista de Piracicaba.

Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Mestrado Profissional e Doutorado em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.