Cooperação Interorganizacional: Fonte de Aprendizagem e Vantagem Competitiva ou Oportunismo?. DOI: 10.15600/1679-5350/rau.v8n2p154-179

Eduardo Botti Abbade

Resumo


O objetivo deste ensaio teórico é o de efetuar uma discussão a respeito das influências das trocas de informação e a própria aprendizagem interorganizacional no risco de oportunismo e custos de transação associados às relações de cooperação interorganizacional. Verifica-se que existe uma relação direta entre a aprendizagem e a troca de informações relacionais e a redução dos custos de transação associados às relações de cooperação interorganizacional. Também se verifica que estas relações, na forma de contratos relacionais, objetivam a obtenção de vantagens competitivas de mercado assim como uma redução e diluição dos custos de transação inerentes às transações existentes. Sugerem-se estudos futuros no sentido de mapear a propagação dos custos de transação e o risco de oportunismo nas organizações a partir da lógica das redes sociais utilizando-se o método de modelagem de equações estruturadas e redes neurais artificiais.

Palavras-chave


Cooperação Interorganizacional; Vantagem Competitiva; Aprendizagem Organizacional; Custos de Transação; Estratégia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/rau.v8i2.111

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Journal of Directors of Unimep. ISSN 1679-5350. Electronic publication linked to the Professional Program Master's and Doctorate in Business Administration, Methodist University of Piracicaba

Diario de Administración de Unimep. ISSN 1.679-5.350. Publicación electrónica vinculada a la del Programa de Maestría y Doctorado Profesional en Administración de Empresas, Universidad Metodista de Piracicaba.

Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Mestrado Profissional e Doutorado em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.