AVALIAÇÃO DA QUALIDADE PERCEBIDA DE CURSOS GESTÃO EM NÍVEL DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EAD. DOI: 10.15600/1679-5350/rau.v14n1p242-268

Dirceu da Silva, Alexandre Mendes da Silva, Sérgio Silva Braga Junior, Evandro Luiz Lopes, Ricardo Teixeira Veiga

Resumo


Resumo: A presente pesquisa teve como objetivo principal à construção e validação de uma escala para avaliação da percepção de qualidade de cursos de gestão em nível de graduação na modalidade Ensino a Distância (EAD). Para tal quatro procedimentos foram empregados:1. Revisão da literatura para esgotar as possibilidades das dimensões que a problemática da pesquisa tem foco; 2. Validação teórica ou de face, para verificar novas possibilidades de inclusão de assertivas na escala final, com a consulta a quatro especialistas, dois da área de Administração e dois da área de Educação e todos com doutorado e experiência em EAD; 3. Validação semântica, para verificar se a linguagem usada nas assertivas era de domínio dos possíveis respondentes realizada, que foi realizada com 41 alunos de cursos na modalidade EAD do estado de São Paulo. Estes alunos tinham o mesmo perfil dos respondentes finais e 4. Validação estatística, usando Modelagem de Equações Estruturais (MEE), com a geração de um constructo de segunda ordem (QUALIDADE), usando o software SmartPLS 2.0, por dois motivos principais: os dados não se mostraram aderentes à uma distribuição normal multivariada e por se tratar de um modelo complexo (65 assertivas e nove constructos). Após a estruturação de uma escala do tipo de Likert com a solicitação de atribuição de notas de zero a dez (semelhante da pontuação educacional). Após a tentativa de se usar meios eletrônicos para a coleta de dados sem sucesso, optou-se por coleta presencial, nos polos de três universidades do estado de São Paulo cursos de gestão (Administração de Empresas, Ciências Contábeis e Administração Escolar), nos momentos de avaliações presenciais. Para tal, foram aplicados 800 questionários e após uma triagem rigorosa foram obtidos 678 questionários válidos. Após a primeira rodada do modelo, três variáveis ou assertivas foram eliminadas por apresentar cargas fatoriais baixas. Assim, feitos os ajustes necessários do modelo geral, uma escala foi validada com 62 itens e nove constructos. Também foram realizados cálculos do coeficiente alfa de Cronbrach e da confiabilidade composta para verificar-se a confiabilidade dos dados. Os dois testes se mostraram muito adequados. Ainda, se analisou a validade discriminante da MEE, a validade preditiva e o tamanho do efeito, além de se calcular por meio de reamostragens testes t de Student para se verificar a aceitabilidade dos resultados dos ajustes. Por fim, todas as etapas da validação estatística foram apresentadas com a finalidade de prover credibilidade ao processo. Como os indicadores de validação se mostraram muito adequados, a escala proposta pode ser um instrumento útil para avaliar cursos na modalidade EAD e pode representar um instrumento útil para se avaliar curso nessa modalidade.


Palavras-chave


Ensino de Graduação em Administração, Qualidade em Educação a Distância, Escala de atitude, Análise multivariada de dados

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/rau.v14i1.1126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Journal of Directors of Unimep. ISSN 1679-5350. Electronic publication linked to the Professional Program Master's and Doctorate in Business Administration, Methodist University of Piracicaba

Diario de Administración de Unimep. ISSN 1.679-5.350. Publicación electrónica vinculada a la del Programa de Maestría y Doctorado Profesional en Administración de Empresas, Universidad Metodista de Piracicaba.

Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Mestrado Profissional e Doutorado em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.