Indicadores para Localidades com Concentração de Atividades da Cadeia Produtiva: Identificação e Consolidação de suas Variáveis

Dimas Calheiros, José Osvaldo De Sordi

Resumo


Este artigo tem por objetivo abordar indicadores para localidades com concentração de atividades da cadeia produtiva (localidades), como Arranjos Produtivos Locais (APLs), distritos industriais e clusters, mais especificamente a identificação e consolidação de suas variáveis. Tais indicadores são analisados perante as múltiplas dimensões de interesse da gestão, e a decomposição destes em atributos e variáveis. Essas dimensões foram identificadas através da seleção de artigos científicos, teses e dissertações. Quanto aos objetivos específicos, estão associados à identificação dos indicadores nas seguintes dimensões de análise: capital social; inovação e aprendizagem; cooperação e competição; governança; abrangência territorial; caracterização econômica; e operação. Quanto ao objeto da pesquisa, trata-se de Indicadores para avaliação de APLs decompostos em variáveis. Como referência teórica é apresentada uma revisão da literatura nacional e internacional do tema, com as definições e conceitos teóricos de Indicadores, APLs e Cluster considerados, neste trabalho, como sinônimos. A metodologia de pesquisa utilizada é exploratória, de natureza qualitativa. O trabalho fez uso das fontes de dados secundárias envolvendo: pesquisas bibliográficas sobre localidades com concentração de atividades da cadeia produtiva, indicadores, atributos e variáveis, realizada junto a livros, artigos de revistas especializadas, dissertações de mestrado, teses de doutorado, anais de congressos e publicações virtuais em endereços eletrônicos, envolveu mais de mil arquivos e mais de um ano de pesquisa. Para a análise dos dados obtidos nas pesquisas realizadas, fez-se uso da técnica de análise de conteúdo, aplicada à conceituação e descrição dos diferentes indicadores. Como resultados e conclusões o modelo de dados resultante sintetiza e consolida variáveis importantes de serem identificadas e acompanhadas no exercício da gestão plena. Identificaram-se cinqüenta indicadores de avaliação de localidades com concentração de atividades da cadeia produtiva, sendo que os mesmos foram decompostos em sessenta e quatro variáveis e agrupados nas sete dimensões de análise. Em função da dinâmica, de localidades com concentração de atividades da cadeia produtiva, nas dimensões de capital social, abrangência territorial e econômica estabelece-se a cooperação, dando à competitividade um caráter sistêmico. A competitividade vai além de simplesmente representar a melhoria no desempenho da produtividade por parte das empresas integrantes do APL, torna-se o fruto da relação entre diversos fatores e contribui significativamente para o crescimento e a sustentabilidade da cadeia produtiva. Nesse contexto os indicadores de avaliação, de cada uma das dimensões, têm a importância de auxiliar com o processo de tomada de decisão dos gestores. Percebe-se a necessidade de continuidade das pesquisas para trabalhar outras dimensões e buscar novos indicadores. Outra sugestão de continuidade é o desenvolvimento de software para facilitar o acompanhamento das localidades com concentração de atividades da cadeia produtiva.

Texto completo:

PDF


Journal of Directors of Unimep. ISSN 1679-5350. Electronic publication linked to the Professional Program Master's and Doctorate in Business Administration, Methodist University of Piracicaba

Diario de Administración de Unimep. ISSN 1.679-5.350. Publicación electrónica vinculada a la del Programa de Maestría y Doctorado Profesional en Administración de Empresas, Universidad Metodista de Piracicaba.

Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Mestrado Profissional e Doutorado em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.