Qualidade de Vida no Trabalho - QVT dos Professores de Ensino Técnico Federal: os fatores biopsicossociais e organizacionais de satisfação. DOI: 10.15600/1679-5350/rau.v11n2p143-173

Ana Cristina Limongi Limongi-França, Dagmar Silva Pinto de Castro, Rodrigo Ribeiro de Oliveira, Iris Bento da Silva

Resumo


Resumo No cenário atual em que há exigências contínuas de evolução do conhecimento, e dos avanços tecnológicos, a educação tecnológica é um assunto que merece destaque, pois é através dela que uma grande parcela dos trabalhadores são formados para atuar no mercado de trabalho cada vez mais qualificado e competitivo. Um dos projetos estratégicos, mais importantes na área de ensino no país, é o dos Institutos Federais. Até 2014, os Institutos Federais contarão com 562 unidades de campi em todo país. Houve crescimento significativo do quadro funcional: no ano de 2002 contava com 8.999 professores, atualmente conta com 30.201 e deverá chegar a um total de 52.481. Isso mostra um crescimento de 583,18%. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar o grau de satisfação dos professores dos Institutos Federais com a QVT, diante dos impactos de sua expansão no Brasil. Esta pesquisa caracteriza-se como mista (qualitativa e quantitativa), exploratória, descritiva, estudo de campo (entrevistas) e avaliação (survey). Com relação ao instrumento, foi utilizado o Protocolo Biopsicossocial e organizacional - BPSO-96, de Limongi-França. Foram realizadas 18 entrevistas com professores de cinco campi e 43 questionários respondidos por e-mail. Entre os cinco domínios avaliados, constatou-se que o domínio social foi o que apresentou o menor índice de satisfação (3,193), enquanto que o domínio psicológico foi o que apresentou maior satisfação (6,819). Destaca-se que a variável que apresentou a maior média na pesquisa foi a relação professor-aluno (8,233). Os achados demonstram a necessidade de alinhamento quanto a política de gestão de benefícios e apoio familiar e comunitários no grupo pesquisado, e revelam comprometimento e coleguismo entre os professores, o que refletem positivamente na qualidade da relação ensino-aprendizagem neste cenário. Palavras-chave: Professor de educação profissional e tecnológica, qualidade de vida no trabalho, Institutos Federais, Protocolo BPSO.

Palavras-chave


Professor de educação profissional e tecnológica; qualidade de vida no trabalho; Institutos Federais; Protocolo BPSO.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/rau.v11i2.651

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Journal of Directors of Unimep. ISSN 1679-5350. Electronic publication linked to the Professional Program Master's and Doctorate in Business Administration, Methodist University of Piracicaba

Diario de Administración de Unimep. ISSN 1.679-5.350. Publicación electrónica vinculada a la del Programa de Maestría y Doctorado Profesional en Administración de Empresas, Universidad Metodista de Piracicaba.

Revista de Administração da Unimep. ISSN 1679-5350. Publicação eletrônica vinculada ao Programa de Mestrado Profissional e Doutorado em Administração da Universidade Metodista de Piracicaba.